25/02/2019

Saúde pública é assunto sério e requer atenção. Isso inclui muito mais do que atendimentos e consultas.

É um assunto complexo e inclui diversas ações feitas numa gestão.

Tais ações, quando feitas e dependentes apenas da ação humana e concentradas no papel, acabam por deixar de lado a construção de relatórios precisos.

O que impede que o gestor saiba em que setor ele deve investir de fato. Sem informação, se torna impossível saber de fato onde está o problema, e como resolvê-lo.

Muitas vezes, o gestor acaba por recorrer a métodos e controles paralelos como planilhas, por exemplo, e tenta “compensar” a falta de tecnologias para auxiliá-lo.

Quando se utiliza tecnologia para automatizar seus processos, os mesmos passam a acontecer de forma mais precisa, com o acesso às informações de forma rápida e fácil, pois tudo fica registrado em um só lugar.

Com a integração total das informações e processos, todas as ações que permeiam sua Secretaria de Saúde podem ser lançadas uma única vez, e acaba por ser disponibilizada para todos os setores.

O que evita o retrabalho, e deixa todo o processo muito mais rápido e otimizado.

Em caso de consórcios que atuam em diversos estados brasileiros, uma ferramenta de gestão que compartilha informação é essencial.

Pois isso permite a integração de vários órgãos de saúde, como Upas, postos de saúde, hospitais e muito mais.

O que é um consórcio de saúde?

Consórcios de Saúde, são parcerias entre municípios que buscam realizar algumas ações conjuntas; como por exemplo, receber o encaminhamento de um paciente do SUS do município para uma consulta que precise de especialista médico.

Os consórcios, basicamente, buscam formas de superar as deficiências na assistência à saúde, principalmente nas áreas de consultas médicas de especialidades, exames de média e alta complexidade e terapias diversas.

A utilização de um software irá facilitar diversas questões diretamente ligadas aos consórcios, como agendamento, atendimento, prontuário médico, exames, laboratórios, farmácia, ortopedia e faturamento.

O atendimento através de um sistema de gestão em saúde

Um atendimento rápido garante diminuição ou extinção de filas e esperas mais longas.

Um sistema de gestão para secretarias de saúde permite que este processo seja otimizado, o que impacta de forma positiva no gerenciamento dos fluxos de atendimento.

Através de um sistema todo pensado para a sua gestão da saúde, é possível fazer o agendamento de consultas e atendimento dos profissionais.

As consultas podem ser marcadas por profissional, especialidade ou unidade de atendimento, assim como exames, transportes e demais procedimentos.

Todas as informações em um só sistema

Os médicos poderão encontrar o histórico de um paciente; incluindo exames, e laudos feitos anteriormente por profissionais de outras especialidades.

Isso dá um panorama geral sobre a saúde do paciente, o que garante mais segurança da parte do médico aliado a um diagnóstico mais preciso.

Todas as solicitações são feitas através do mesmo sistema, consultas, internações, cirurgias e atendimentos de emergência feitas através do UPA.

Esse tipo de informação fica registrada e disponível para consulta sempre que for necessário.

Controle nas ações e processos

Ter processos otimizados juntamente de informações integradas e transferidas automaticamente permite mais controle de todos os processos e ajuda a gerir a sua secretaria da saúde.

Através do mesmo você pode encontrar registrado informações que vão além das consultas, exames, atendimentos de emergência e cirurgias.

Acompanhe também:

  • Visitas feitas pelos agentes comunitários de saúde;
  • Controle de frascos de vacinas;
  • Controle de seus programas em prol da saúde (hipertensos, gestantes, saúde da criança, da mulher, planejamento familiar, vigilância alimentar)
  • Controle de distribuição de medicamentos;
  • Chamados de socorro (incluindo atendimento pré hospitalar feito pelo SAMU);
  • Transporte de pacientes (Agendamento de horários, locais de partida, rotas e destinos de municípios)

Ter toda a informação em um só lugar permite que a gestão da saúde seja percebida como um panorama completo. Facilitando de forma demasiada as tomadas de decisão.

É importante destacar que a partir de um sistema com todas as informações de vacinação registradas é possível emitir e reemitir carteiras de vacinação.

Mantenha o controle seguro e rigoroso sobre outras centrais e comissões que também são fundamentais no funcionamento de uma Secretaria de Saúde, como:

CME – Central de Materiais e Esterilização: Controle sanitário rigoroso para procedimentos.

CCIH – Comissão de Controle de Infecções Hospitalares: Registro e acompanhamento de notificações.

SAME – Serviço de Arquivo Médico e Estatística:Controle de múltiplos locais de arquivamento de documentos.

RAAS – Registro das Ações Ambulatoriais de Saúde: Controle de todos os registros de atenção domiciliar e psicossocial.

Informação compartilhada evita o retrabalho

Também, existe a possibilidade de compartilhar as informações da sua secretaria de saúde de forma precisa e integrada com os demais órgãos de saúde do estado, com segurança e confiabilidade.

Quando todas as partes envolvidas no seu sistema de gestão de saúde tem acesso às informações de forma fácil, o retrabalho passa a ser evitado, e suas operações são otimizadas.

As informações dos pacientes ficam salvas já no primeiro contatos dos mesmos com seu sistema, assim como todo o auxílio prestado ao mesmo.

Precisão na tomada de decisão, rapidez nos processos e controle de ações, trazem uma lista imensas de benefícios para quem trabalha na sua secretaria da saúde, e para quem usufrui dele.

Um sistema de gestão em saúde que automatiza processos, permite que todas as ações aconteçam de forma integrada.

Enquanto os responsáveis pela gestão vão acompanhando o passo a passo de cada processo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *