28/07/2020

A liberação da teleconsulta na gestão pública de saúde é uma revolução para muitos municípios. Em tempos de coronavírus, como estamos enfrentando agora, a teleconsulta pública tem uma função essencial!

Através da teleconsulta, junto com outras ferramentas para ajudar sua gestão pública, é possível cuidar de seus cidadãos e fazer uma gestão de saúde pública realmente marcante de forma positiva – mesmo em meio a uma pandemia.

Para saber como conseguir esse feito na secretaria de saúde de seu município, é preciso inovar na gestão, aplicar a teleconsulta pública e entender o que, afinal, é essa nova possibilidade.

O que é a teleconsulta na saúde pública?

Como a teleconsulta vai transformar sua gestão pública? | IDS

Para entendermos a teleconsulta, é preciso voltar um pouco para os conceitos de gestão de saúde digital, mais especificamente para a telessaúde: a ideia de contar com ferramentas de comunicação a distância para transpor barreiras e levar serviços e informações de saúde para todos.

Assim, a telessaúde inclui todas as atividades que envolvem ferramentas de comunicação para cuidados ou orientações sobre saúde.

Dentro dessas ações existe a telemedicina, que é a aplicação dessas ferramentas no atendimento a pacientes de forma digital – seja para dar orientações, monitorar sua situação ou realizar consultas online.

Parte das funções da telemedicina eram proibidas no exercício médico, mas novas regulamentações do Conselho Federal de Medicina e do poder executivo do país, para o enfrentamento ao coronavírus, liberaram essa atuação.

A liberação diz respeito a várias ações da telemedicina, mas a mais transformadora para sua gestão de saúde pública é a teleconsulta. De forma prática, ela é o atendimento de pacientes a distância, utilizando ferramentas de comunicação digital ou analógica, com a possibilidade de dar diagnósticos e prescrever medicamentos.

Por que a teleconsulta é tão importante?

A teleconsulta atualmente é uma das principais formas de alcançar o principal objetivo que o Ministério da Saúde definiu para a telessaúde: “transpor barreiras socioeconômicas, culturais e, sobretudo, geográficas, para que os serviços e as informações em saúde cheguem a toda população”.

Isso porque a teleconsulta atravessa quase qualquer barreira, levando o atendimento médico para seus cidadãos aonde quer que eles estejam. A única necessidade é um dispositivo conectado à internet ou um simples telefone, já que a teleconsulta pode ser feita por videochamada ou por ligação.

Dessa forma, ela ajuda na gestão da saúde populacional, permitindo que os médicos de seu município atendam o paciente sem criar grandes filas e aglomerações nas suas Unidades Básicas de Saúde.

Essa característica é essencial em tempos de COVID-19. Levando em conta que o vírus é transmitido entre pessoas, é preciso fazer o máximo possível para evitar aglomerações.

É por isso que a teleconsulta é tão importante agora para a gestão de saúde pública do seu município!

Como implantar a teleconsulta na sua gestão pública

Para começar a utilizar a teleconsulta pública no cuidado com a saúde de seu cidadão, o primeiro passo é contar com uma ferramenta que integre as informações de sua gestão de saúde com a videochamada ou o telefonema feito com o paciente.

Essa é uma das ações com as quais a IDS está auxiliando em tempos de pandemia. Contamos com uma ferramenta de teleconsulta totalmente integrada com o restante da gestão da sua secretaria de saúde.

A plataforma permite videochamadas e tem acesso ao prontuário do paciente, registra o atendimento no sistema e ainda pode emitir atestados e prescrições médicas. Tudo para que a IDS Saúde possa ajudar sua gestão pública.

Assim que sua secretaria de saúde contar com a ferramenta, o próximo passo é explicar sua utilização para o público e realmente implantar seu uso no dia a dia das unidades de saúde.

É interessante contar com um número de telefone e até um contato de WhatsApp no qual o cidadão pode entrar em contato para a marcação de teleconsultas.

Depois, distribua avisos em cada unidade de saúde e instrua a equipe de sua secretaria de saúde a orientar cada cidadão sobre a nova possibilidade e sobre como eles podem entrar em contato para marcar consultas a distância.

E essa é apenas uma das formas com que a IDS está trabalhando para oferecer o melhor atendimento à saúde e ajudar sua gestão neste período de pandemia.

Se você quiser saber mais sobre nossas funcionalidades que vão permitir uma gestão pública bem sucedida, mesmo na situação em que estamos, acesse nosso site:IDS ESTARÁ NO CONGRESSO DE PREFEITOS EM FLORIANÓPOLIS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *