21/11/2019

A evasão escolar revela a taxa de alunos que abandonam seus estudos. E este é um problema muito sério no Brasil, principalmente porque a educação impacta diretamente no futuro do país.

O site ‘Todos pela Educação’ reuniu dados do IBGE e averiguou as seguintes informações:

  • Existem 1,5 milhão de brasileiros de 4 a 17 anos fora da escola;
  • 1/4 dos jovens do país com 16 anos não concluíram o Ensino Fundamental;
  • A cada 100 jovens brasileiros de 19 anos, 41 não concluíram o Ensino Médio.

São dados realmente alarmantes, e portanto requerem que a gestão das secretarias municipais de educação, procurem soluções para combater a evasão escolar.

Para saber quais medidas tomar, é importante compreender o cenário por completo.

Quer diminuir as taxas de evasão escolar nas escolas públicas regidas pela sua secretaria de educação? Então continue a leitura:

Quais os fatores que geram a evasão escolar no Brasil?

Existem muitas situações que podem levar a evasão escolar. As razões mais frequentes costumam ser:

  • Falta de interesse do aluno, ou de seus familiares pela escola;
  • Transtornos ou dificuldades de aprendizagem;
  • A necessidade de trabalhar;
  • A falta de estímulo familiar;
  • Questões de saúde
  • Problemas com o acesso ao estabelecimento de ensino;
  • Reprovação, principalmente quando existe a recorrência dela;
  • Entre outras.

Existem algumas medidas que quando colocadas em prática, ajudam e muito a diminuir a evasão escolar.

Incluir tais processos na gestão educacional é a melhor solução para diminuir as taxas de evasão escolar das escolas.

Confira a seguir algumas dicas para ajudar a reter os alunos e ter controle de desistência escolar nas instituições:

1. Invista em uma gestão participativa

Desenvolver um relacionamento entre a instituição de ensino, os alunos e seus familiares, é fundamental.

Isso significa que toda a gestão da escola deve se preocupar em ouvir seus alunos, professores e familiares.

Uma gestão participativa feita dessa forma, é garantia da melhora do processo de ensino aprendizagem, o que portanto ajuda a diminuir a evasão escolar.

Não deixe de incentivar a inovação das metodologias aplicadas em sala de aula.

Vivendo em um mundo cuja informação está a um clique do aluno, saber como incluir a tecnologia na aula, é de grande valia.

Esse tipo de ação aproxima o aluno da instituição. E torna o processo de aprendizagem para ele, muito mais natural.

Para estar mais próximo dos alunos e de seus familiares, também é uma boa ideia ter perfis nas redes sociais, e deixar claro que os canais estão abertos para conversa. essa proximidade é muito positiva.

2. Esteja atento às necessidades de cada aluno

Generalizar é um erro que muitos gestores cometem nas escolas. De fato existem algumas situações corriqueiras, mas é de grande valia estar atento a situação de cada aluno.

Procure adotar uma posição acolhedora que compreenda a situação deles. Quando o aluno sente que a escola se preocupa com ele, ele acaba tendo menos tendência a largar os estudos.

Um grêmio escolar pode ser a melhor solução neste caso. Esse tipo de ação ajuda a promover mais representatividade e participação dos alunos nas atividades da escola.

Considerando o ponto de vista dos alunos, é possível encontrar soluções plausíveis para a iniciar o controle de evasão.

3. Aposte em soluções tecnológicas na sala de aula

A tecnologia é uma realidade que cerca todos nós. E ela inegavelmente pode ajudar a melhorar a experiência dos alunos em sala de aula.

Quando se abre a porta para a tecnologia entrar na sala de aula, o ensino se torna um processo mais dinâmico e divertido.

Como resultado, o aluno se sente mais propenso a continuar seus estudos. O que impacta na diminuição da evasão escolar.

4. Analise os motivos da baixa taxa de permanência da sua escola

Você sabe exatamente porque está existindo evasão escolar em sua escola?

Ter esta resposta é a melhor maneira de encontrar soluções realmente efetivas para evitar este problema.

Algumas situações devem ser estudadas pelo gestor e toda a equipe que gerencia a escola, e as secretarias de educação. Se atenha às seguintes situações:

  • Quais são os diferenciais oferecidos pela sua instituição de ensino?
  • Como está a estrutura física da escola?
  • Como se desenvolve o relacionamento e a comunicação da instituição?
  • Seu plano pedagógico está sendo efetivo?
  • Está acontecendo a capacitação de docentes?

Como você gestor responderia às questões acima? A falta de algum dos pontos acima tem potencial para aumentar a evasão escolar, sabia?

É fundamental que as secretarias da educação, juntamente com as escolas públicas e municipais, procurem melhorar sempre suas metodologias. Dessa forma, alunos se sentem mais dispostos a seguirem seus estudos.

5. Acompanhe o desempenho dos estudantes

Como anda o desempenho dos estudantes das escolas? Eles tem alcançado a média?

Estar atento às notas e a participação dos alunos nas aulas e atividades da escola, é muito importante.

Estes números apresentam o interesse dos alunos a partir da realidade escolar em que estão inseridos.

Analise e acompanhe as situações recorrentes dentro das instituições de ensino.

Lembre-se de que você gestor está lidando com pessoas, e que a humanização tem que andar de mãos dadas com o planejamento.

Nunca se tratam apenas de número, ok?

Procure integrar informações, analisar cada caso com cuidado. A humanização dentro das escolas também ajuda a diminuir a evasão escolar.

6. Conte com um software de gestão escolar

São muitas questões a serem levadas em conta, não é mesmo? Por isso o gestor deve procurar focar no que realmente importa. E é aí que entra o papel do software de gestão escolar.

O IDS Educação possui diversos módulos para facilitar a gestão escolar por completo.

Confira todas as funcionalidades do sistema e garante melhores resultados nas instituições de ensino da sua secretaria da educação!

Evasão escolar: Como evitar este problema?

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *