27/12/2018

Na gestão educacional pública, as filas na hora da matrícula escolar são um grande desafio.

Comumente, as matrículas acontecem no fim do ano ou no início do ano letivo e demandam organização, planos de ação, paciência e persistência por parte de pais, profissionais e gestores.

De acordo com o Plano Nacional da Educação (PNE), a meta para o ano de 2024 é termos, em âmbito nacional, 50% das crianças de 0 a 3 anos matriculadas em creches e pré-escolas. Cidades como Rio de Janeiro, Salvador, Manaus e Cuiabá consideram a mesma meta do PNE.

Porém, o contexto, as regras e os planos mudam de acordo com cada município e a contagem de crianças que esperam por uma vaga nas creches e escolas, também.

Em tempos de tecnologia avançada e uma visão ainda muito negativa por parte de pais e da mídia, é possível acabar com as filas nas matrículas e automatizar este processo?

Continue conosco e descubra

Lei e Planos de Educação

A Constituição Federal nos diz que a educação é um direito de todos, um dever do Estado e da Família. É dever do Estado garantir a educação básica, obrigatória e gratuita, para crianças e jovens entre quatro e dezessete anos.

Isso engloba ensino pré-escolar, fundamental e médio.

O Plano Nacional de Educação estipulou 20 metas para a educação nacional para a década de 2014 a 2024.

Dentre elas, vemos metas claras para a educação de todos os níveis:

  •     Universalizar a educação infantil na pré-escola para as crianças de 4 a 5 anos e ampliar a oferta de educação infantil em creches de forma a atender, no mínimo, 50% das crianças de até 3 anos.
  •     Universalizar o ensino fundamental de 9 anos para toda a população de 6 a 14 anos, de forma a garantir que pelo menos 95% dos alunos concluam essa etapa na idade recomendada.
  •     Universalizar o atendimento escolar para toda a população de 15 a 17 anos e elevar, até o final deste PNE, a taxa líquida de matrículas no ensino médio para 85%.

O PNE ainda cita metas como alfabetizar todas as crianças, no máximo, até o final do 3º ano do ensino fundamental e oferecer educação integral em, no mínimo, 50% das escolas públicas.

Investir na educação infantil, conferindo centralidade no atendimento das crianças de 0 a 5 anos é o grande desafio dos municípios que desejam seguir planos como o PNE.

O essencial é ter um levantamento da demanda por creches e por escolas, buscar ativamente as crianças e trazer alunos e famílias para a matrícula escolar.

Este é a grande questão de muitas gestões educacionais: não conseguir mensurar a demanda.

Ao mesmo tempo que gestores e prefeituras possuem esta dificuldade, pais e famílias não conseguem ter acesso às vagas ofertadas. Por isso as filas nas matrículas acontecem, juntamente com a desistência de muitas famílias.

É uma bola de neve que compromete alunos, pais e profissionais da gestão pública. É aí que entra a tecnologia como grande aliada.

Como um sistema de gestão educacional pode ajudar?

Hoje a IDS conta com o IDS Educação, um sistema para centralizar todos os setores das unidades de ensino: administrativas, acadêmicas e pedagógicas.

Com ele, a gestão escolar fica mais rápida, simples e com dados sempre atualizados.

Em momentos de rematrícula, os pais podem realizá-las de forma online, sem ter que ficar horas esperando. 100% na web, o IDS Educação integra todas as unidades de ensino e concentra em um único sistema toda a sua gestão escolar, ficando com uma base atualizada com:

  •     Cadastro de pessoas, alunos, professores e servidores
  •     Cadastros de endereços
  •     Controle de necessidades especiais
  •     Controle de conselho, entre outros.

Com ferramentas na mão como o Educacenso sempre atualizado, as matrículas, inscrições e intenção de matrículas estão sempre por perto.

Além disso o sistema é integrado com o Portal do Aluno e do Professor, onde é possível fazer o acompanhamento do planejamento das aulas, criando e monitorando todo o calendário escolar, períodos letivos, matrizes curriculares, tudo em um único ambiente.

Com relatórios dinâmicos e eficazes, sua gestão melhora, os números são certeiros e fica mais simples saber como e quando começar o período de matrículas, alcançando as metas e acabando com as filas e transtornos.

Pronto para conhecer mais do IDS Educação?

IDS Educação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *