22/01/2019

Os sistemas para prefeituras geram muitas dúvidas. Muitos órgãos e gestores acabaram criando um certo medo em relação a esses softwares.

Com o tempo, vários mitos e verdades acabaram surgindo sobre sistemas empresariais e de gestão.

Hoje, você ficará sabendo o que de fato é mito e o que é verdade em relação aos sistemas para secretarias e gestão pública.

Confira!

Os sistemas para prefeituras são difíceis de serem implantados – [MITO]

Esse é um mito bastante comum em relação aos sistemas para prefeituras.

A verdade é que as empresas que oferecem esse tipo de solução têm uma equipe especializada para dar todo o suporte necessário para o órgão onde ele será implantado.

Esses colaboradores atuam em conjunto com o departamento de TI da Prefeitura, para que as ferramentas sejam implementadas rapidamente e corretamente.

Existem vários casos de prefeituras que conseguiram fazer essa implantação em menos de 2 meses.

É o caso de Pinhais, um município do Estado do Paraná que atualmente é reconhecido por suas inovações do gênero.

Os servidores precisam efetuar um treinamento para operar esses sistemas – [VERDADE]

Sim, para que os sistemas para prefeituras sejam implantados com sucesso o treinamento dos servidores públicos é indispensável.

Afinal de contas, os colaboradores precisam ter todos os conhecimentos necessários para utilizar corretamente as soluções e extrair o máximo dos seus benefícios.

Mesmo que as ferramentas tenham layouts intuitivos, existe essa necessidade da capacitação.

Até para que os servidores não dependam de uma assistência técnica sempre.

Um dos pontos positivos dos treinamentos é que eles podem ser adequados as rotinas dos servidores.

Dessa forma, o atendimento aos contribuintes não é prejudicado por conta da capacitação.

Os sistemas para prefeituras são instáveis – [MITO]

Mais um dos mitos relacionados aos sistemas para prefeituras é que eles “caem” constantemente.

Isso se deve, muito, aos programas antigos que dependiam de um servidor local.

Como a tecnologia era relativamente nova, a infraestrutura geralmente não era adequada para a demanda da prefeitura.

Contudo, agora essa instabilidade não é mais realidade. Isso porque boa parte das soluções é utilizada via nuvem.

E essa tecnologia é bem mais estável do que os antigos servers locais.

A implantação de sistemas para prefeituras acaba reduzindo custos – [VERDADE]

Em um primeiro momento, muitos gestores públicos ficam em dúvida sobre a economia gerada pelos sistemas para prefeituras. Isso porque, o investimento inicial acaba sendo maior.

No entanto, a longo prazo essas soluções só tendem a reduzir custos.

Isso acontece justamente porque plataformas do gênero podem ajudar em diferentes aspectos.

Por exemplo, um serviço de nuvem reduz drasticamente o uso de papel.

Afinal de contas, os arquivos digitais sempre estarão disponíveis para os servidores. Consequentemente, a prefeitura acaba sendo mais sustentável.

A produtividade dos servidores públicos também aumenta com os sistemas para prefeituras.

Eles perdem menos tempo em tarefas rotineiras, e conseguem produzir mais ao longo do expediente.

Além disso, essas soluções permitem a geração de relatórios de erros.

Dessa forma, é possível evitar gastos desnecessários e até mesmo otimizar outros processos.

Altos investimentos em equipamentos – [MITO]

Engana-se quem acredita que para conseguir os melhores sistemas para prefeituras é necessário investir alto em equipamentos.

Na verdade, boa parte das soluções utilizem a nuvem, e por isso não necessitam de equipamentos modernos de alto custo.

Contudo, uma coisa que é necessário ter em mente é que essas soluções exigem uma conexão estável e potente.

Ela precisa dar suporte para acessos simultâneos, de modo que todos os departamentos da prefeitura consigam usufruir da ferramenta sem qualquer instabilidade.

Logo, a equipe de TI precisa avaliar se a conexão realmente conseguirá comportar todos os processos simultâneos desse tipo de programa.

Pode melhorar a arrecadação – [VERDADE]

Sim, os sistemas para prefeituras podem ajudar a aumentar a arrecadação dos órgãos. Isso porque, ele permite uma fiscalização mais eficiente.

A consulta de dívidas e pendências se torna bem mais rápida. Além disso, a própria questão da cobrança de valores é otimizada.

Esses programas também podem fazer o cruzamento de informações rapidamente, de modo a identificar possíveis irregularidades. Questões mais simples, como a reemissão de boletos e carnês, que geralmente aumentam as despesas, também são facilmente solucionadas com esse tipo de solução.

A prefeitura de Presidente Nereu, em Santa Catarina, por exemplo, conseguir aumentar a sua arrecadação em 424%, principalmente em relação ao IPTU e ITBI rural.

As informações ficarão vulneráveis e as chances de ataques cibernéticos são maiores – [MITO]

Quando se fala de sistemas para prefeituras, principalmente no que diz respeito a aqueles que utilizam serviços de nuvem, uma das maiores preocupações é em relação a segurança das informações.

Muitos gestores acreditam que, por serem armazenadas em cloud, elas estarão mais vulneráveis, e que as chances de algum ataque acontecer são maiores. Contudo isso é um grande erro.

Os sistemas para prefeituras, principalmente os que utilizam a modalidade de armazenamento na nuvem, tem uma série de mecanismos de segurança para garantir a proteção dos dados e processos.

Na verdade, os programas com estrutura local, ou seja, onde os servidores são alocados na própria prefeitura, estão bem mais suscetíveis a problemas como incêndios, vírus e superaquecimento do que os que funcionam através de nuvem.

Será necessária a contratação de uma equipe de TI especializada em sistemas para prefeituras em nuvem –[MITO]

A prefeitura pode manter, sem qualquer problema, o pessoal de TI atual.

Claro que é indicado que eles também façam um treinamento para que consigam ter mais autonomia no dia a dia.

No entanto, não existe essa necessidade de fazer todo um novo processo para contratar profissional especializado.

A empresa fornecedora dará todo o suporte. Tanto durante a instalação, até posteriormente caso surja algum problema e dúvida.

De maneira geral, os sistemas para prefeituras em nuvem são excelentes alternativas.

Isso porque, além de otimizarem processos eles também geram economia para o município, e mais agilidade para os contribuintes.

Mitos e Verdades dos Sistemas para Prefeituras

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *