13/08/2019

A gestão dos atendimentos à saúde pública envolve diversos programas e tipos de exames e consultas.

Através da utilização de um sistema de gestão especializado para a saúde, diversos benefícios são alcançados. Um dos principais deles, é o prontuário eletrônico.

O Prontuário Eletrônico é uma plataforma que reúne informações sobre o paciente, além do seu histórico clínico.

Sendo uma ferramenta importante, principalmente para o diagnóstico médico, pois permite mais assertividade.

A ferramenta também garante mais segurança para o paciente. Isso porque o sistema alerta caso o paciente tenha algum tipo de alergia ou interação medicamentosa.

Além do mais, esse tipo de sistema também ajuda na organização do faturamento e no fechamento das contas médicas.

Além de indicar o número de atendimentos e exames feitos, por tipo.

O atendimento médico acontece através do SUS (Sistema Único de Saúde), que atualmente conta com o Prontuário Eletrônico do Cidadão (PEC).

Quer entender as vantagens do PEC e como ele funciona?

O Prontuário Eletrônico do Cidadão no SUS

O PEC se tornou obrigatório nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de todo o País no ano de 2017.

Além de digitalizar as informações do paciente e facilitar a transmissão dos dados para o governo federal, a ferramenta tem potencial para otimizar a gestão de Saúde Pública.

O modelo do PEC consiste na aplicação de tecnologias de microgestão dos serviços de Saúde.

O propósito é assegurar bons padrões de atendimento aumentando a eficiência de sua equipe, melhorando a qualidade do atendimento à saúde.

Através da organização advinda do sistema, e aplicada no prontuário eletrônico, os atendentes, enfermeiros e médicos têm acesso fácil às informações.

Por essa razão, o PEC auxilia na execução dos atendimentos no cotidiano das unidades de Saúde pública.

Através do PEC, é possível acompanhar os indivíduos que fazem parte de grupo de risco para a uma doença específica, por exemplo.

Dessa forma todos são monitorados, e a equipe fica a par da condição clínica destes.

Dessa forma é possível evitar complicações como internações e cirurgias de emergência.

Quando se coloca isso na ponta do lápis, isso gera economia, uma vez que esses atendimentos têm custo mais elevado.

O PEC também pode auxiliar na gestão da lista de espera para exames e procedimentos aliados ao SUS.

A tecnologia cria normas que estabelecem critérios para ordenar a lista de espera. Ela é organizada de acordo com o risco do paciente.

Dessa forma quem está em maior risco, ou perigo, recebe o atendimento primeiro.

Uma gestão mais organizada através do Prontuário Eletrônico

Um prontuário eletrônico permite que processos demorados aconteçam de forma automatizada.

Isso otimiza toda a gestão da sua secretaria da saúde. O resultado é um atendimento do SUS muito mais ágil, que passa segurança, não apenas para o paciente, mas para o médico também.

O prontuário eletrônico pode ser acessado facilmente pelo médico, garantindo um diagnóstico mais assertivo.

Com o PEP, existe também a integração dos serviços públicos e assistenciais com o faturamento da instituição de Saúde.

Isso significa que o trabalho do gestor acaba se tornando muito mais fácil.

Ele mesmo acaba vendo a situação da saúde pública de forma ampla, podem encontrar gargalos e melhorar processos.

Contar com um sistema de gestão com prontuário integrado é a garantia de que sua gestão dos atendimentos feitos através do SUS acontecerão de forma eficaz. Além do mais, sua gestão tem todos os dados armazenados de forma segura.

O software de gestão IDS Saúde possui assinatura digital no padrão ICP-Brasil e em conformidade com a resolução 1.821 do Conselho Federal de Medicina.

A certificação garante a confiabilidade que viabiliza a emissão de certificados digitais para a identificação virtual do cidadão.

Conheça esta e outras funcionalidades do sistema IDS Saúde que podem otimizar sua gestão!

Prontuário Eletrônico no SUS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *